Avançar para o conteúdo

Segredos de copywriting para melhor se ligar ao seu público e aumentar as vendas.

Secretos del copywriting o redacción publicitaria para negocios.

Independentemente do que se oferece, cada negócio depende em última análise de palavras para convencer, converter e gerar vendas.

Mas uma boa cópia é muito mais do que gramática e pontuação. Para criar conteúdos influentes e persuasivos, é muito mais importante dominar a psicologia humana.

Neste artigo vamos mostrar-lhe o que é a copywriting e como ela pode ajudá-lo a melhorar as suas capacidades de comunicação e o seu negócio

El copywriting es la redacción de textos publicitarios persuasivos cuyo fin es que la persona que lo lee lleve a cabo una acción.

A copywriting é um dos elementos mais importantes da publicidade e do marketing. É o processo de escrever palavras persuasivas (conhecidas como cópia) que inspiram ou motivam as pessoas a tomar uma determinada acção.

Quando se abre uma revista e há um anúncio de página inteira a vender perfume, as palavras nessa página são o resultado de uma redação. Quando vai a um website que o incita a comprar algo, as palavras nessa página são o resultado de copywriting. Pode encontrar copywriting em papel, online, e até lê-lo na televisão ou rádio. A copywriting está em quase todo o lado onde se olha e se ouve.

quem está por detrás da copywriting? Por detrás de cada cópia publicitária está um redactor. Os redactores são pessoas que são treinadas para criar palavras que se ligam ao público alvo e os obrigam a fazer algo

1- Ponha os seus clientes em primeiro lugar

Quando se trata de fazer publicidade quando se trata de marketing, as empresas tendem a concentrar-se demasiado nas coisas erradas. Fazem frequentemente questão de falar de há quanto tempo estão no negócio ou de quão qualificado é o CEO em vez de como podem resolver os problemas dos seus clientes.

O que tem a dizer sobre o seu negócio não é importante; o que os seus clientes precisam é.

Num ambiente comercial, os leitores pensarão sempre “o que há nele para mim”. É por isso que a cópia comercial deve ser muito orientada para o lucro. Mesmo que por vezes tenha de ser subtil, deve sempre concentrar-se em como pode ajudar.

Eis como o fazer:

  • Verifique se o seu texto não contém jargão. Tenha cuidado para não se referir casualmente a termos que possam não ser amplamente compreendidos.
  • Certifique-se de que o seu texto tem um fluxo lógico: evite quaisquer barreiras desnecessárias.
  • Escreva o objectivo de cada texto que escreve. Meça sempre as suas palavras em relação a este objectivo.
  • Encontre o equilíbrio entre paternalisar o seu público e tomar como certo que eles sabem tudo.

2- Descreva o seu cliente ideal

Segredos de copywriting para melhor se ligar ao seu público e aumentar as vendas.

Todos os conselhos do mundo não terão importância se você não souber como copywriting no mundo não terá importância se não souber a quem está a vender.

Muitos textos comerciais estão condenados a falhar desde o início porque não ressoam.

Tudo o que precisa é de algumas capacidades de investigação, porque fazer um pequeno trabalho de detective ajudá-lo-á a ligar-se ao seu público alvo e a comunicar a sua proposta de valor única de forma mais eficaz.

  • Pegar num pedaço de papel e numa caneta.
  • Pense nas características do seu cliente mais valioso – é homem ou mulher, jovem ou velho? Quanto mais detalhes, melhor.
  • Pesquise na Internet as resenhas de blogs, produtos amazónicos relevantes e locais populares onde se encontra o seu público alvo.
  • Fazer uma lista dos seus problemas e do que realmente querem. Tome nota da língua que utilizam – é formal ou informal, existem palavras ou frases que continuam a aparecer?
  • Incorporar as suas descobertas no seu texto.

3- Usar o poder da emoção

As grandes marcas usam a emoção na sua cópia a toda a hora. Porquê? Porque a emoção vende.

Não importa qual seja o produto, normalmente é comprado devido ao que o cliente sente sobre o artigo, o que fará por eles e como os fará sentir.

Os clientes tentam então justificar a compra com lógica. Assim, como as emoções instigam as vendas, o texto tem de evocar emoções.

Se um cliente tem um problema que precisa de resolver ou quer um determinado item, vai sentir uma grande variedade de emoções antes, durante e após a venda. Parece grosseiro, mas a cópia de vendas tem de tocar nestas emoções.

Além disso, os clientes lembram-se sempre de como uma empresa os faz sentir e a emoção torna as campanhas publicitárias mais memoráveis. Isto aumenta o conhecimento da marca e a lealdade.

Dê uma vista de olhos aos seguintes passos para começar a usar a emoção nas suas comunicações:

  • Escreva todos os problemas que o seu produto resolve ou os desejos que satisfaz.
  • Anexe uma emoção descritiva a cada problema.
  • Estruture o seu texto de forma a mostrar empatia com o seu público.
  • Fale sobre os benefícios do seu produto ou serviço e como ele fará os seus clientes sentirem-se.

Todos pensamos que o mundo nos deve um favor de tempos a tempos. Quer estejamos à procura de um novo sofá ou de um electricista, tendemos a sentir tons dos seguintes sentimentos:

  • Cepticismo
  • Raiva
  • Ressentimento
  • Impaciência
  • Desapontamento
  • Confusão
  • Ciúmes

Brinque com estas emoções como achar conveniente para adicionar profundidade à sua cópia de vendas. Lembre-se de as usar com cautela, são emoções muito poderosas que podem ser viradas contra si se as usar incorrectamente

4-Contar uma história

Desde contos de fadas em crianças a filmes e livros na nossa vida adulta, as histórias desempenham um papel importante nas nossas vidas. Eles atraem-nos

A narração de histórias empresariais aumenta as taxas de conversão, estabelece marcas memoráveis e converte clientes em clientes repetidos.

Aqui estão algumas dicas para encontrar a sua história que vende:

  • Identifique um herói e um vilão dentro do seu tema. Não têm de ser personagens reais. Se estiver a vender um produto de limpeza de superfícies, por exemplo, a sujidade é o inimigo.
  • Leve o leitor numa viagem. Criar a sensação de que vai ajudar, de que vai superar um desafio e descobrir algo novo e valioso.

5- Ter em conta a psicologia humana

La psicología humana es fundamental en el copywriting.

As marcas bem sucedidas utilizam uma série de truques de copywriting com apoio científico para nos influenciarem a confiar mais facilmente neles.

Chama-se “enquadramento do subconsciente” e deve definitivamente tentar usá-lo também na sua estratégia de marketing.

O truque é compreender a forma como todos nós pensamos e funcionamos.

Eis alguns segredos de consumo que todos os redactores, gestores de marketing e proprietários de empresas devem saber:

  • Os consumidores confiam mais nas empresas que demonstram alguma forma de responsabilidade social.
  • No contexto de olhar para o futuro, as pessoas estão mais receptivas a uma cópia optimista.
  • As pessoas pagam mais em dinheiro quando não entregam fisicamente o dinheiro [isto é, quando pagam por cartão ou através de uma conta online].
  • Se o resultado final valer a pena, não nos importamos de seguir o caminho mais difícil para o obter.
  • Pensar em estratégias falhadas no passado faz-nos querer pagar mais agora.
  • As palavras que são mais fáceis de seguir são mais fiáveis.
  • Damos mais importância ao que lemos primeiro.
  • Estamos mais relutantes em deixar de fazer algo se já investimos muito tempo, dinheiro e esforço nisso.
  • Se tivermos dificuldade em tomar uma decisão, tendemos a copiar o que as outras pessoas pensam, dizem e fazem.
  • Face a uma escolha de artigos, as pessoas tendem a escolher algo do meio.
  • O preço de um produto ou serviço afecta grandemente a forma como percebemos o seu valor.
  • A percepção de propriedade de um produto ou serviço é muito poderosa.
  • Damos grande importância aos produtos ou serviços que podemos utilizar para nos ajudarmos a nós próprios.
  • A oferta de uma grande variedade de escolhas pode muitas vezes levar à indecisão e à diminuição das vendas. As pessoas preferem listas mais pequenas de artigos.
  • Os produtos que se distinguem por serem únicos pelas razões certas são muito apreciados.

6- Características de correspondência com benefícios

A concentração nas características é uma armadilha fácil de cair, especialmente se se estiver a vender algo técnico.

Digamos que quer comprar uma nova televisão. Entra numa loja e encontra algo que lhe agrada. Imediatamente, um consultor de vendas despeja-se sobre si e diz-lhe que é uma televisão HD de 120 Hz.

Pode compreender este tipo de jargão, mas e se não compreender? Se não for um grande técnico, esta é uma informação sem sentido. Nenhum valor é comunicado.

O que realmente precisa de ouvir é, porque precisa de uma TV HD de 120 Hz? Para que servem estas características? Assim, obtém-se uma imagem mais nítida, mesmo que se esteja a assistir a um programa em movimento rápido [como um jogo de futebol].

As características são importantes, mas os benefícios são mais importantes para os consumidores.

7- Utilizar a fórmula PAR

Se sofre de bloqueio de escritor, porque não utilizar uma fórmula de redação comprovada? É muito simples e funciona para a maioria das redacções.

PAR significa:

  • Problema
  • Sacudir
  • Resolver

Comece por falar sobre o principal problema do seu público.

Por exemplo, digamos que tem uma empresa que vende sapatos de corrida. O problema pode ser como correr uma maratona sem que lhe doam os pés.

O seu próximo trabalho é agitar o problema. Aqui, tornar o problema tão grande e real quanto possível. Continuando com o exemplo, agito o problema ao falar de como se vai colocar muito esforço na sua maratona.

Um maratonista treinará durante 4 meses e terminará com a própria corrida, pelo que é muito tempo na estrada e muito desgaste nos pés.

Se alguém está empenhado em completar um feito como este, precisa de estar o mais confortável possível. Não quer certamente sofrer nenhuma dor desnecessária.

Termine dizendo como pode ajudar. Talvez venda um novo tipo de calçado de corrida especificamente para corredores de longa distância. Ou talvez ofereça um serviço gratuito onde analisa a marcha de alguém e sugere o melhor sapato para o seu estilo particular.

8- Use uma chamada clara à acção

Llamada a la acción en copywriting.

Se criou uma cópia espantosa, mas não deu ao seu público uma acção clara a tomar no final, está a desperdiçar uma oportunidade e a deixar dinheiro em cima da mesa.

Ter um apelo persuasivo à acção e relevante é um dos aspectos mais importantes da copywriting.

Se a sua chamada à acção tiver a forma de um botão, certifique-se de testar diferentes palavras, cores e formas até encontrar a que lhe dá os melhores resultados.

9- Antecipar objecções

Nenhum produto é perfeito. Até a Apple tem de lidar com as devoluções.

E sejamos realistas, se as pessoas estão insatisfeitas com o último iPhone, todas as empresas têm um problema.

Mas pode melhorar drasticamente a satisfação do cliente ao ser inteligente com a sua cópia de vendas. O truque é muitas vezes estar ciente de problemas potenciais de antemão.

Faça uma lista de todas as possíveis objecções que alguém possa ter ao seu produto ou serviço e simplesmente escreva um contra-argumento junto a eles. Por exemplo, se vender um produto que é muito caro, pode oferecer muito valor.

Depois tente incluir alguns destes argumentos no seu texto. A ideia é desactivar a objecção antes de esta acontecer, o que facilitará aos seus potenciais clientes a convicção de que o seu produto ou serviço é adequado para eles

10- Honestidade e Autenticidade em primeiro lugar e acima de tudo

É muito fácil criar um website e começar a vender coisas, mas é surpreendentemente difícil conseguir que alguém retire o seu cartão de crédito e faça uma compra.

Como proprietários de empresas, há uma série de obstáculos que temos de ultrapassar. Temos de usar palavras para convencer potenciais clientes de que podemos ser de confiança. Aqui estão 4 dicas chave:

  • Tire o máximo partido da sua página “sobre nós”. É a sua principal oportunidade de expor as pessoas e a ética por detrás da sua marca.
  • Nunca copiar de um concorrente.
  • Seja fiel a si mesmo. Se tem uma opinião sobre um aspecto da sua indústria, tome uma posição e mantenha-se fiel a ela.
  • Faça regularmente blogues e resolva problemas dolorosos que sejam relevantes para o seu público. Seja o seu salvador.
  • Livrar-se das aldrabices de marketing e dos superlativos; parece desesperante. Lembre-se de que as pessoas não são estúpidas.
Autor

Graduado em Psicologia e apaixonado por guitarra flamenca e jogos de tabuleiro, minha trajetória profissional me levou a compreender a profunda conexão entre o comportamento humano e o marketing. Ao longo dos anos, aprimorei minha habilidade de analisar e interpretar tendências de mercado e respostas do consumidor. No The Color Blog, combino meus conhecimentos em psicologia com meu amor pela escrita, proporcionando perspectivas únicas sobre marketing, história e as interações humanas que definem nossa era digital.View Author posts

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *